Gestão Financeira Digital

Produto desenvolvido para auxiliar as pequenas empresas e/ou gestores a superar as dificuldades financeiras por meio de controles e gerenciamento. Ensinamos você a aplicar soluções eficazes para a recuperação e gestão do seu negócio.

Você sabe o que está por trás dos números?

Isso mesmo, uma das questões mais importes para uma alta performance em sua gestão é a compreensão dos resultados do negócio e a análise detalhada das razões para esses resultados, ou seja, aquilo que está “por trás dos números”.

Somos a SMR Gestão e Reestruturação

A SMR é uma empresa de gestão e reestruturação e expansão corporativa, que atua há mais de 10 anos em empresas de pequeno, médio e grande porte, com foco nos resultados de nossos clientes.

Sua empresa no caminho certo

Sua empresa no caminho certo


Contamos com uma régua completa de produtos voltados para reestruturação corporativa visando a saúde administrativa e financeira de seus clientes. Com uma metodologia de gestão própria atuando em todas as áreas da empresa, focando em qualidade e resultado.

Faça um diagnóstico

Uma questão de princípios

Grupo SMR

Missão


Proporcionar aos nossos clientes um serviço de alta qualidade, contribuindo para a geração de resultados, aliada a ética empresarial e responsabilidade social.

Visão


Tornar-se referência no mercado de gestão empresarial agregando conhecimentos, visando melhoria contínua nos processos internos, qualidade dos serviços e no relacionamento sustentável com nossos clientes e mercado.

Valores


Credibilidade, comprometimento, integridade, sustentabilidade e valorização a pessoa.

Histórico de Clientes

Clientes
Pirelli
GoldiLog
Cielo
RL
Gerardo
Pauliceia
Nextel
Ciagraph
Inoservice
Casa Garcia
Porto Seguro
Serasa
Campneus
Partage
CBI

Depoimentos

Feedback de clientes

Blog

Nossas notícias
07 Dez

5 dicas de gestão financeira

A gestão financeira é uma das partes mais importantes de qualquer negócio. É através dela que a empresa se mantém operante, planeja investimentos e obtém informações importantes sobre o que está dando certo nas vendas.Porém, mesmo com todo esse peso para a empresa, ainda assim há empreendedores que não dominam as técnicas de gestão. Dessa forma, acabam sem ter uma noção clara de como o negócio está se desenvolvendo, o que traz problemas sérios para a empresa.Neste conteúdo, vamos comentar sobre gestão financeira e te passar 5 dicas importantíssimas para manter tudo em ordem em seu negócio. Confira!O que é gestão financeira?A gestão financeira é um conjunto de métodos e técnicas relacionados ao aspecto financeiro da empresa. Em suma, trata-se de analisar o financeiro, controlar o fluxo de caixa e planejar os próximos passos da organização.Então, é de suma importância manter registros adequados das operações financeiras, como compras, investimentos, recebíveis e assim por diante. Caso contrário não será possível realizar uma boa gestão.Quais são as vantagens de uma boa gestão financeira?A gestão financeira tem como objetivo mostrar o melhor caminho a ser seguido, dada as circunstâncias em que a empresa está inserida. Ou seja, é ela quem vai dizer se é o momento certo para investir ou para poupar, por exemplo.Veja as principais vantagens:Ajuda a minimizar crises financeiras.Permite maximizar os lucros advindos de ações da empresa.Auxilia na tomada de decisão.Aponta o momento para expandir a empresa.Identifica problemas na organização.Como manter uma boa gestão financeira? Veja 5 dicas!Agora que já explicamos o que é gestão financeira e suas vantagens, vamos apresentar 5 dicas para manter a saúde financeira da sua empresa. Leia todas elas!1. Faça um acompanhamento diário do fluxo de caixaUm dos elementos mais importantes da gestão financeira é o fluxo de caixa. No caso, sua empresa precisa fazer um acompanhamento diário do caixa, anotando todos os valores recebidos e desembolsados pela organização.Embora seja uma ferramenta bastante simples, essa informação vai ser fundamental na hora de analisar a situação de seu negócio.Porém, vale notar que um fluxo de caixa negativo não indica prejuízo, da mesma forma que um positivo não aponta lucro. O saldo depende das velocidades envolvidas nas operações, dado que pode-se receber de uma venda há muito tempo realizada, ou comprar mais estoque.2. Jamais misture finanças pessoais com as da empresaUm erro comum entre os empreendedores iniciantes - e até dos experientes - é misturar o dinheiro da empresa com o dinheiro pessoal. Ao fazer isso, você abre mão por completo de uma análise rigorosa da parte financeira da empresa, dado que ela foi comprometida.O ideal é, mesmo sendo o dono do negócio, manter um salário para você e deixar o restante em caixa.A mistura de dinheiro pode causar problemas sérios, inclusive tornar a gestão financeira impraticável.3. Cuidado com gastos desnecessáriosTer recursos para manter a empresa operante e realizar investimentos faz parte do mundo dos negócios. Todavia, quando falamos em pequenas, médias e grandes empresas, é muito comum encontrar gastos desnecessários em seu interior.Um exemplo bastante intrigante é o gasto com internet móvel. No caso, se o plano estiver oferecendo internet em excesso, a empresa estará deixando escapar uma quantia que poderia ser empregada em outro setor.4. Não confunda faturamento com lucroO faturamento de uma empresa é muito diferente de seu lucro. Embora haja empreendedores que usam essas palavras como sinônimos, elas representam conceitos distintos.Em resumo, o faturamento é a quantia total que entrou na empresa. Já o lucro é o faturamento com os descontos, tais como impostos, custo de produção e assim por diante.Ou seja, uma empresa pode apresentar um faturamento altíssimo, mas ter lucro zero.5. Use ferramentas de gestãoPrecisamos bater em uma tecla importante: uma ótima gestão financeira requer dados precisos. Portanto, não se pode utilizar dados com pouca credibilidade para analisar o negócio, e é nesse momento que as ferramentas analíticas entram.Uma ferramenta de gestão vai auxiliar na coleta, armazenamento e análise dos dados de seu negócio. E você não precisa investir muito para ter uma dessas: o próprio Excel, se bem utilizado, serve à função.O que a SMR pode fazer por você?A SMR é uma empresa especializada em gestão de empresas, e já ajudou diversos negócios ao redor do Brasil.Nossa metodologia é simples e prática:Primeiro buscamos entender quem é sua empresa, por meio de entrevistas com os líderes e colaboradores. Neste ponto, nosso objetivo é encontrar suas dores e potenciais causas para elas.A cada quinze dias realizamos uma reunião para especificar as ações em cada departamento, com base em um cronograma.Tomamos cuidado na hora de elaborar relatórios de seu negócio. Sabemos que cada empresa é única, com suas demandas e obrigações. Vamos sempre priorizar relatórios visando a tomada de decisão.Fazemos um diagnóstico completo de sua empresa, separando o urgente do crítico. Por fim, realizamos o planejamento e a implantação, através do método SGR.Nosso serviço de gestão e reestruturação compreende os seguintes itens:Soluções financeirasAs soluções financeiras compreendem a gestão de fluxo de caixa, montagem de DRE gerencial, gestão de custo, gerenciamento de crédito e cobrança, e gestão de custos.Dessa forma, você pode ficar tranquilo quanto a esses itens, dado que tomaremos conta deles para você.Soluções administrativasAs soluções administrativas estão voltadas para temas sensíveis da empresa, como gestão de pessoas e cultura organizacional. Da mesma forma, também compreende os processos de departamentos e gerenciamento por resultado.Com essas soluções, sua empresa vai ser muito mais produtiva.Aprimoramento organizacionalPor fim, o aprimoramento organizacional também é um conjunto de soluções oferecidas pela SMR.Neste conjunto, temos o planejamento estratégico operacional, soluções comerciais, planejamento logístico e análise de B.U.A SMR também oferece outros serviços, como gestão de crise, valuation, recuperação judicial e gestão de passivos.Está precisando de ajuda? Com certeza nossa equipe especializada pode te ajudar.Entre em contato conosco! Clique aqui!

30 Nov

Como superar a pandemia no seu negócio

A pandemia afetou negativamente quase todos os setores da economia. Dessa forma, diversas empresas se viram em apuros, principalmente pelo início da recessão econômica. A covid-19 travou as engrenagens da economia de uma maneira jamais prevista.Durante esse cenário desfavorável, diversos planos foram executados. As empresas buscaram inovar em tudo que foi possível, desde a forma de trabalhar até a formulação de produtos e serviços.Mesmo com o fim da pandemia se aproximando, diversos problemas econômicos persistem no mercado mundial. Portanto, ainda não é hora de pensar em expandir o negócio, para a maioria das empresas, mas sim em superar os desafios impostos pelo contexto econômico.Neste conteúdo, vamos abordar algumas estratégias para superar a pandemia. Também vamos apresentar os serviços que a SMR pode prestar para sua empresa.Vamos lá!Quais são os efeitos da pandemia nas empresas?No final de 2019, uma nova doença surgiu na China, e rapidamente se alastrou pelo país. Aliás, ela era tão contagiosa que conseguiu furar as barreiras geográficas, atingindo tanto países próximos quanto distantes.Exatamente no dia 11 de março de 2020, veio a seguinte notícia: a OMS decretou estado de pandemia. Nesta altura, tínhamos quase 200 mil casos confirmados da nova doença ao redor do mundo, e mais de 4 mil mortos.Como ela se espalha através do contato humano, o trabalho como conhecemos teve que ser readequado à realidade. Foi então que diversas empresas investiram no home office, modalidade em que os colaboradores trabalham de casa.Porém, o padrão de consumo mudou bastante devido à pandemia: em muitos locais do planeta, lojas foram forçadas a fechar. Os cidadãos, em alguns locais, foram impedidos até mesmo de sair de casa - quem dirá comprar produtos e serviços.Em resumo, o mercado global passou por uma mudança completa em sua forma de ser, e as empresas que não se adequaram tiveram que fechar as portas.Como sair desse cenário desfavorável?Embora esteja claro que o pior já passou, ainda existem diversos efeitos colaterais da pandemia. No caso, estamos falando de baixo poder de compra entre os consumidores, alta taxa de desemprego e até escassez de matéria prima para as empresas.Nessa situação, um dos principais objetivos deve ser fazer o melhor com os recursos que a empresa possui. Ou seja, para muitas empresas, não é hora de novos investimentos ou aquisições, muito menos de projetos arriscados.É claro que isso depende do nicho e do tamanho da empresa, mas, em geral, o objetivo principal é criar bases sólidas para sustentar as operações da empresa.Veja algumas estratégias poderosas para conseguir esse resultado.Foque em fidelizar clientesConseguir novos clientes é sim um dos objetivos da empresa. Todavia, existe um custo por trás de cada nova aquisição, e esse investimento pode ser perigoso, a depender da situação financeira da empresa.Nesse sentido, fidelizar é a melhor escolha, dado que estamos falando de pessoas que já compraram de você, e que podem se tornar compradores recorrentes. Ou seja, você elimina o investimento para adquirir novos clientes, ao passo que pode garantir um retorno consistente por muito tempo.O trabalho de fidelização não é dos mais fáceis, mas com certeza vale a pena aprofundar suas relações com os clientes.Inove na forma de trabalharComo foi mencionado anteriormente, a pandemia afetou tudo, inclusive a forma de trabalhar. Isso exigiu que estratégias fossem criadas visando adequar o dia a dia ao novo cenário.Porém, com a escassez de recursos, a meta é cortar gastos e otimizar os processos de trabalho na organização. Sim, é possível conseguir ambos os resultados, desde que seja feito um trabalho inteligente na empresa.Buscar ferramentas equivalentes, mas de menor valor, é uma forma de cortar gastos. Outra maneira é otimizar processos dentro da empresa, permitindo fazer mais em menos tempo - ou com menos recursos.Inove no jeito de venderO método convencional de vendas, principalmente quando a empresa trabalha com loja física, precisa ser reformulado. As restrições impostas pela pandemia pedem essas mudanças. Em algumas partes do Brasil, por exemplo, o limite de consumidores foi restringido. Ou seja, não veremos lojas cheias por um bom tempo.A equipe de vendas precisa desenvolver estratégias para lidar com as novas regras. Uma maneira de começar a elaborar essas estratégias é através de uma análise SWOT da sua empresa.Cuide da gestão financeira de sua empresaUma empresa saudável requer uma gestão financeira cuidadosa. No caso, uma ótima maneira de cuidar desse setor da empresa é implantar o conceito de fluxo de caixa, o qual permite analisar as receitas e despesas da organização.Da mesma forma, realizar planejamentos estratégicos ajuda na hora de organizar o financeiro do negócio, permitindo maximizar ganhos e diminuir os efeitos colaterais de potenciais crises.A melhor forma de lidar com um cenário desfavorável é estar preparado para ele.Como a SMR pode ajudar a superar a pandemia no seu negócio?A SMR é uma empresa com colaboradores especializados e experientes em gestão empresarial. São mais de 10 anos de atuação no mercado de turnaround, nos quais atuamos em casos de diversas complexidades.Ao longo desses anos, acumulamos clientes de renome no mercado, como a Pirelli, Prometeon, Partage e muitos outros.Veja mais detalhes sobre nossa forma de atuar!Nosso método de atuaçãoNosso método consiste em 4 passos, sendo eles os seguintes:Análise do negócio, onde vamos entender quem é sua empresa através de entrevistas com colaboradores e líderes da mesma.Ao conhecer seu negócio, é proposta uma solução personalizada para ele, levando em conta o contexto em que está inserido. Neste momento, definimos indicadores importantes para alcançar a solução desejada.Fazemos um diagnóstico completo da empresa visando encontrar pontos urgentes. Também definimos um cronograma de trabalho para solucioná-los.Por fim, implantamos a solução em sua empresa, da forma mais otimizada possível.Na hora da implantação, podemos ajudar na negociação com credores, aplicação de fluxo de caixa, encontrar linhas de crédito, criação de DRE e até no que tange ao contábil da empresa.Está precisando superar a pandemia no seu negócio? Entre em contato com nossos especialistas! Clique aquiBaixe materiais e ferramentas exclusivas: https://www.smrfund.com/materiais-exclusivos

24 Nov

Importância dos indicadores financeiros na sua empresa

Os indicadores financeiros são fundamentais para as empresas. Eles transformam dados em informações, as quais ajudam na hora da tomada de decisão.Para que um indicador seja eficiente, ele precisa ser facilmente mensurável. Dessa forma, a acurácia dos valores se torna alta, permitindo análises mais concisas do negócio.Além disso, os indicadores precisam estar alinhados com as metas da empresa. Isso significa escolher com cuidado cada um deles, antes de cada campanha, visando extrair o máximo de informação relevante dos dados da empresa.Neste conteúdo, vamos explorar os indicadores financeiros. Confira!O que são indicadores financeiros?Indo direto ao ponto: um indicador financeiro revela aspectos numéricos das ações da empresa, sendo de fundamental importância para os gestores.É através de um indicador que as equipes conseguem mensurar seu desempenho em uma campanha, através dos resultados financeiros obtidos pelas ações executadas, por exemplo. Da mesma forma, eles oferecem insights poderosos sobre os próximos passos da organização, ajudando no planejamento estratégico.Os indicadores precisam ser escolhidos com cautela. Afinal, eles precisam estar alinhados às metas da empresa, e ao mesmo tempo serem fáceis de medir.Por que são importantes para as empresas?O principal motivo para ter indicadores financeiros é sua capacidade de revelar informações por trás dos dados da empresa. Vale lembrar, todavia, que dados e informações não são sinônimos.Um dado é um número coletado durante a operação da empresa. Ele não diz nada, à priori. Já uma informação requer uma análise de dados crítica, sendo um elemento produzido por profissionais.Os indicadores conseguem ir além das informações, transmitindo mensagens importantes para o gestor da empresa.Só para exemplificar, o número de vendas é um dado, os gráficos relativos às vendas são informações, e os indicadores aprofundam os gráficos, informando os pontos fortes e fracos da estratégia utilizada.Como escolher bons indicadores?Como foi mencionado anteriormente, escolher bons indicadores é fundamental. Essa escolha deve ser feita com cuidado, tendo como principais passos os seguintes itens:Faça um planejamento financeiro. Analise as principais metas da empresa. Escolha indicadores fáceis de mensurar.Seguir o padrão do mercado.Nas próximas seções, vamos mostrar como você pode fazer bom proveito de seus indicadores financeiros. Leia com bastante atenção!Faça um planejamento financeiroO primeiro passo para escolher bons indicadores, é saber onde se quer chegar. Para isso, construir um planejamento financeiro é de suma importância, dado que, além dessa informação, ele ainda ajuda a organizar os compromissos financeiros da empresa.Ao estruturar um bom planejamento financeiro, ficará claro quais indicadores sua estratégia precisa. Se você almeja mais retorno por venda, por exemplo, vale a pena utilizar o ticket médio como um indicador financeiro.Analise as principais metas da empresaTer metas claras é essencial, ainda mais quando falamos em pequenas e médias empresas. Além de guiar os passos da organização, as metas também ajudam a escolher indicadores. Ao fazer isso, fica claro se a empresa está chegando próxima de seu objetivo, da mesma forma que entendemos o porquê desse avanço.Com essas informações, pode-se otimizar processos que não desempenharam bem, e maximizar os que tiverem um retorno melhor.Escolha indicadores fáceis de mensurarUma das características ideais dos indicadores é sua facilidade de mensuração. Essa qualidade é importante tanto para se trabalhar com números precisos, quanto na hora de interpretar os valores.Com os sistemas de gestão, obter dados precisos sobre a empresa tornou- se muito fácil. Porém, alguns dados ainda carregam uma certa imprecisão, mesmo em sistemas automatizados.Seguir o padrão do mercadoO mercado atual segue um padrão de indicadores financeiros. Eles são vastamente utilizados por empresas de capital aberto, visando transparência para com os investidores.Na próxima seção, vamos analisar os 5 principais indicadores!Quais são os principais indicadores financeiros?Agora que você sabe o que são e como escolher indicadores financeiros, vamos apresentar os mais utilizados pelas empresas. Em resumo, os seguintes indicadores são os mais praticados na atualidade:Margem operacional Custos fixos Nível de endividamento Ticket médio RentabilidadeVale notar que estes indicadores são usados por investidores, para mensurar a qualidade de uma empresa. Ou seja, é interessante analisar todos eles para ter um panorama geral da empresa.1. Margem operacionalA margem operacional informa o resultado decorrente das vendas de uma empresa. Esse indicador é muito importante, dado que expressa a eficiência do negócio.A Margem Operacional é expressa como Lucro Operacional / Receita Líquida. Já a  Receita Líquida é a  Receita Bruta  menos as deduções, impostos de venda e descontos comerciais.O Lucro Operacional é a Receita Líquida menos os custos de produção, exceto impostos e juros.2. Custos fixosOs custos fixos representam as quantias gastas de forma constante na empresa. Ou seja, são os gastos que se mantêm invariáveis, mesmo quando o faturamento muda. Alguns exemplos são o aluguel, salários e demais despesas recorrentes.O indicador é o próprio valor dos custos fixos, na maioria dos casos. Porém, pode-se elaborar indicadores personalizados, a depender do caso. Uma alternativa, por exemplo, é o percentual de custo fixo, expresso como 100*Custo Fixo / Receita Líquida.3. Nível de endividamentoO nível de endividamento é um indicador financeiro de peso para as empresas. Ele mostra o quanto endividada está a organização, em relação ao tamanho da empresa.Para encontrar esse indicador, basta dividir o passivo pelo ativo.Endividamento = Passivo / AtivoEsse indicador pode ser um pouco complicado de lidar, dado que cada setor da economia tem um nível de endividamento, considerado saudável, diferente.4. Ticket médioO ticket médio é muito interessante para informar o valor médio que cada venda gera de receita. No caso, calcula-se esse indicador dividindo o faturamento pela quantidade de vendas realizadas.Ticket Médio = Faturamento / Quantidade de VendasEle é um ótimo indicador de desempenho tanto do setor de marketing quanto do de vendas.5. RentabilidadePor fim, a rentabilidade é um indicador bastante empregado por empresas de capital aberto, mas também serve às pequenas e médias empresas.Para calcular esse indicador, basta dividir o resultado líquido pelo ativo da empresa. Ou seja, ele mostra o quanto de valor uma empresa é capaz de gerar, dado a quantidade de recursos que ela possui.Rentabilidade = Resultado Líquido / AtivoPrecisa de ajuda para planejar os indicadores de sua empresa? Nós da SMR temos profissionais experientes nessa área, prontinhos para te ajudar.Fale conosco! Clique aqui para falar com um de nossos executivos.Baixe nossos materiais de apoio: www.smrfund.com/materiais-exclusivos

Grupo SMR

PLS
N Capital
VCN

Empresas Parceiras

Chimera
tree
Meta
mapah

Materiais Exclusivos


Toda semana um novo conteúdo. Baixe gratuitamente nossos materiais, e-books e muito mais.

Acesse agora
Planejamento Orçamentário

Sua empresa está buscando uma solução completa?


Através de um modelo de gestão in loco, contamos com uma equipe qualificada e multidisciplinar de executivos para diagnosticar, planejar e implantar as ações necessárias. Vamos conversar?

Sucesso! Sua mensagem foi enviada.
Erro! Houve um erro ao enviar a sua mensagem.

Faça um diagnóstico

Sucesso! Sua mensagem foi enviada.
Erro! Houve um erro ao enviar a sua mensagem.