Entenda o que é o fluxo de caixa e como aplicá-lo no seu negócio

Entenda o que é o fluxo de caixa e como aplicá-lo no seu negócio

O fluxo de caixa é um dos pré-requisitos para fazer uma gestão eficiente de sua empresa. Afinal, é ele quem vai dizer se o financeiro está saudável ou não, quanto dinheiro há para investir e quais produtos desempenham bem.

Ou seja, estamos falando de uma ferramenta de extrema importância em diversos processos dentro da empresa - sendo um dos motivos para fazer uso dela.

Ainda está um pouco perdido? Preparamos um conteúdo sobre fluxo de caixa completo para você. Aproveite!

O que é fluxo de caixa?

O fluxo de caixa é uma ferramenta de gestão, que mede a saúde financeira de uma empresa.

Em resumo, a mensuração acontece de acordo com as receitas e despesas, deixando claro de onde o dinheiro vem e para onde ele vai no decorrer das operações do negócio. 
Existem sistemas automatizados para trabalhar o fluxo de caixa, mas planilhas no Excel, quando bem formuladas, também servem à função.

Vamos ver como aplicar essa ferramenta em sua empresa.

Como trabalhar o fluxo de caixa da sua empresa?

Basicamente, estamos interessados na quantia que a empresa possui. Dessa forma, um passo básico é mensurar os recebíveis e despesas da organização todos os dias.

Porém, vale lembrar que existem diferentes velocidades associadas a cada recebível ou despesa. Portanto, faz-se necessário incrementar as operações futuras (3 meses, mais ou menos) para facilitar a análise da empresa.

Não podemos confundir fluxo de caixa com gestão de fluxo de caixa. A primeira diz respeito às operações de soma e subtração, enquanto a segunda transforma a análise dos resultados em ações.

Vamos entender um pouco mais sobre a gestão na próxima seção.

Quais são as etapas da gestão de caixa?

Existem vários modelos de gestão de caixa, dado que cada empresa tem suas particularidades. No entanto, podemos apontar os seguintes processos em comum a eles:

    ● Registro diário de entradas e saídas. 
    ● Análise do saldo de seu negócio. 
    ● Planeje o futuro da empresa. 
    ● Invista no superávit. 
    ● Foque no capital de giro, quando deficitário.

Veja mais detalhes nas próximas seções.

Registro diário de entradas e saídas
O primeiro passo para implementar a gestão de caixa é, justamente, registrar o fluxo de caixa. No caso, é recomendado trabalhar com registro diário, anotando os valores recebidos e desembolsados pela empresa.

Registre as operações com velocidades diferentes, tendo em vista a data de pagamento ou recebimento. Assim você terá um panorama completo sobre o fluxo financeiro de sua empresa, facilitando a tomada de decisão.

Análise o saldo de seu negócio
O saldo final é o valor que você vai ter ao final do dia, somando as receitas e os gastos daquele dia.

Tome cuidado com esse valor: um saldo negativo não significa que sua empresa está com dívidas; da mesma forma, ter saldo positivo não indica lucros decorrentes das operações.

Todavia, saldos elevados, sejam positivos ou negativos, indicam problemas de gestão financeira dentro da empresa.

Planeje o futuro da empresa
Planejar o futuro de uma empresa é, sem dúvida, uma tarefa que requer bastante análise tanto da organização quanto do mercado. Afinal, grande parte das forças que atuam na empresa estão fora do controle dos gestores.

Dessa forma, devemos prezar e otimizar tudo que podemos controlar, como é o caso do caixa da empresa.

Através dele, pode-se planejar os próximos passos para a expansão da marca.

Invista no superávit
O superávit ocorre quando temos mais receitas que despesas. Embora pareça algo positivo, na verdade traz um problema: é provável que não esteja havendo investimentos na empresa.

Sempre que esse cenário ocorrer, procure colocar o dinheiro para trabalhar em prol da organização. Otimizar processos, comprar ferramentas novas e demais investimentos devem ser realizados para garantir o futuro de sua marca.

Foque no capital de giro, quando deficitário
Para manter uma ótima gestão de caixa, fique atento aos resultados deficitários - quando os gastos superam as receitas.

Nessa situação, deve-se focar no capital de giro (quantia para manter a empresa em funcionamento).

Em algumas situações, como investimentos acima do esperado, ou gastos eventuais, esse cenário vai acontecer. Você pode adiantar recebíveis para conseguir mais dinheiro, caso eles vençam após a data de honrar algum compromisso.

Quais as vantagens em se usar fluxo de caixa?

Agora que você chegou até aqui, com certeza deve entender muito bem como o fluxo de caixa funciona. Neste ponto, é provável que anteviu vantagens, ou notado que citamos algumas delas ao longo deste conteúdo.

Visando tornar este material completo, vamos citar algumas vantagens que não são tão intuitivas assim. Veja algumas delas.

Encontrar oportunidades de investimentos
Se você separar e catalogar de onde vem seus recebíveis, com certeza vai encontrar algumas informações importantes, como produtos e serviços que vendem mais. 

Ou seja, é provável que você descubra oportunidades de maximizar seus ganhos através das informações do caixa de sua empresa - as quais estavam “escondidas” de você todo esse tempo.

Apontar gastos desnecessários
Seguindo a linha do tópico anterior, você vai saber, exatamente, para onde seu dinheiro está indo. Essa informação pode causar um choque em você, ainda mais se perceber que os gastos não estão alinhados aos objetivos da empresa.

Com essa informação, cortes inteligentes podem ser feitos, otimizando o fluxo de dinheiro.

Deixar clara a sazonalidade dos produtos
Nossa memória não é tão boa quanto pensamos. No caso, ao registrar todas as operações de sua empresa, você pode descobrir efeitos sazonais nas suas vendas.

Essa informação pode ajudar muito na hora de escolher o próximo passo do seu negócio.

Evitar a inadimplência
Por fim, o fluxo de caixa é uma ótima ferramenta para evitar a inadimplência.

No mundo empresarial, a confiança é tudo - ainda mais na relação entre varejista e fornecedor. Portanto, ficar inadimplente pode acarretar barreiras para seu negócio, e olha que não estamos falando apenas do acesso à crédito.

O fluxo de caixa cuida da entrada e saída de dinheiro na sua empresa. Essa informação tem um papel estratégico na tomada de decisão por parte do gestor, além de se tornar um diferencial competitivo, se bem empregada.

Não descuide de seu fluxo de caixa!

Ainda tem dúvidas sobre Fluxo de Caixa? Preparamos um material exclusivo para você! 
Baixe nosso e-book Fluxo de Caixa - A ferramenta fundamental para a gestão da sua empresa. Clique aqui.

Fale com um de nossos executivos!

Compartilhe

Sua empresa está buscando uma solução completa?


Através de um modelo de gestão in loco, contamos com uma equipe qualificada e multidisciplinar de executivos para diagnosticar, planejar e implantar as ações necessárias. Vamos conversar?

Sucesso! Sua mensagem foi enviada.
Erro! Houve um erro ao enviar a sua mensagem.

Faça um diagnóstico

Sucesso! Sua mensagem foi enviada.
Erro! Houve um erro ao enviar a sua mensagem.