Importância dos indicadores financeiros na sua empresa

Importância dos indicadores financeiros na sua empresa

Os indicadores financeiros são fundamentais para as empresas. Eles transformam dados em informações, as quais ajudam na hora da tomada de decisão.

Para que um indicador seja eficiente, ele precisa ser facilmente mensurável. Dessa forma, a acurácia dos valores se torna alta, permitindo análises mais concisas do negócio.

Além disso, os indicadores precisam estar alinhados com as metas da empresa. Isso significa escolher com cuidado cada um deles, antes de cada campanha, visando extrair o máximo de informação relevante dos dados da empresa.

Neste conteúdo, vamos explorar os indicadores financeiros. Confira!


O que são indicadores financeiros?


Indo direto ao ponto: um indicador financeiro revela aspectos numéricos das ações da empresa, sendo de fundamental importância para os gestores.
É através de um indicador que as equipes conseguem mensurar seu desempenho em uma campanha, através dos resultados financeiros obtidos pelas ações executadas, por exemplo. Da mesma forma, eles oferecem insights poderosos sobre os próximos passos da organização, ajudando no planejamento estratégico.

Os indicadores precisam ser escolhidos com cautela. Afinal, eles precisam estar alinhados às metas da empresa, e ao mesmo tempo serem fáceis de medir.


Por que são importantes para as empresas?


O principal motivo para ter indicadores financeiros é sua capacidade de revelar informações por trás dos dados da empresa. Vale lembrar, todavia, que dados e informações não são sinônimos.

Um dado é um número coletado durante a operação da empresa. Ele não diz nada, à priori. Já uma informação requer uma análise de dados crítica, sendo um elemento produzido por profissionais.

Os indicadores conseguem ir além das informações, transmitindo mensagens importantes para o gestor da empresa.

Só para exemplificar, o número de vendas é um dado, os gráficos relativos às vendas são informações, e os indicadores aprofundam os gráficos, informando os pontos fortes e fracos da estratégia utilizada.


Como escolher bons indicadores?


Como foi mencionado anteriormente, escolher bons indicadores é fundamental. Essa escolha deve ser feita com cuidado, tendo como principais passos os seguintes itens:

  • Faça um planejamento financeiro. 
  • Analise as principais metas da empresa. 
  • Escolha indicadores fáceis de mensurar.
  • Seguir o padrão do mercado.
Nas próximas seções, vamos mostrar como você pode fazer bom proveito de seus indicadores financeiros. Leia com bastante atenção!

Faça um planejamento financeiro

O primeiro passo para escolher bons indicadores, é saber onde se quer chegar. 
Para isso, construir um planejamento financeiro é de suma importância, dado que, além dessa informação, ele ainda ajuda a organizar os compromissos financeiros da empresa.

Ao estruturar um bom planejamento financeiro, ficará claro quais indicadores sua estratégia precisa. Se você almeja mais retorno por venda, por exemplo, vale a pena utilizar o ticket médio como um indicador financeiro.

Analise as principais metas da empresa

Ter metas claras é essencial, ainda mais quando falamos em pequenas e médias empresas. 

Além de guiar os passos da organização, as metas também ajudam a escolher indicadores. Ao fazer isso, fica claro se a empresa está chegando próxima de seu objetivo, da mesma forma que entendemos o porquê desse avanço.

Com essas informações, pode-se otimizar processos que não desempenharam bem, e maximizar os que tiverem um retorno melhor.

Escolha indicadores fáceis de mensurar

Uma das características ideais dos indicadores é sua facilidade de mensuração. Essa qualidade é importante tanto para se trabalhar com números precisos, quanto na hora de interpretar os valores.

Com os sistemas de gestão, obter dados precisos sobre a empresa tornou- se muito fácil. Porém, alguns dados ainda carregam uma certa imprecisão, mesmo em sistemas automatizados.

Seguir o padrão do mercado

O mercado atual segue um padrão de indicadores financeiros. Eles são vastamente utilizados por empresas de capital aberto, visando transparência para com os investidores.

Na próxima seção, vamos analisar os 5 principais indicadores!


Quais são os principais indicadores financeiros?


Agora que você sabe o que são e como escolher indicadores financeiros, vamos apresentar os mais utilizados pelas empresas. Em resumo, os seguintes indicadores são os mais praticados na atualidade:
  1. Margem operacional 
  2. Custos fixos 
  3. Nível de endividamento 
  4. Ticket médio 
  5. Rentabilidade

Vale notar que estes indicadores são usados por investidores, para mensurar a qualidade de uma empresa. Ou seja, é interessante analisar todos eles para ter um panorama geral da empresa.

1. Margem operacional
A margem operacional informa o resultado decorrente das vendas de uma empresa. Esse indicador é muito importante, dado que expressa a eficiência do negócio.

A Margem Operacional é expressa como Lucro Operacional / Receita Líquida. Já a  Receita Líquida é a  Receita Bruta  menos as deduções, impostos de venda e descontos comerciais.

O Lucro Operacional é a Receita Líquida menos os custos de produção, exceto impostos e juros.

2. Custos fixos
Os custos fixos representam as quantias gastas de forma constante na empresa. Ou seja, são os gastos que se mantêm invariáveis, mesmo quando o faturamento muda. Alguns exemplos são o aluguel, salários e demais despesas recorrentes.

O indicador é o próprio valor dos custos fixos, na maioria dos casos. Porém, pode-se elaborar indicadores personalizados, a depender do caso. Uma alternativa, por exemplo, é o percentual de custo fixo, expresso como 100*Custo Fixo / Receita Líquida.

3. Nível de endividamento
O nível de endividamento é um indicador financeiro de peso para as empresas. Ele mostra o quanto endividada está a organização, em relação ao tamanho da empresa.

Para encontrar esse indicador, basta dividir o passivo pelo ativo.

Endividamento = Passivo / Ativo

Esse indicador pode ser um pouco complicado de lidar, dado que cada setor da economia tem um nível de endividamento, considerado saudável, diferente.

4. Ticket médio
O ticket médio é muito interessante para informar o valor médio que cada venda gera de receita. No caso, calcula-se esse indicador dividindo o faturamento pela quantidade de vendas realizadas.

Ticket Médio = Faturamento / Quantidade de Vendas

Ele é um ótimo indicador de desempenho tanto do setor de marketing quanto do de vendas.

5. Rentabilidade
Por fim, a rentabilidade é um indicador bastante empregado por empresas de capital aberto, mas também serve às pequenas e médias empresas.

Para calcular esse indicador, basta dividir o resultado líquido pelo ativo da empresa. Ou seja, ele mostra o quanto de valor uma empresa é capaz de gerar, dado a quantidade de recursos que ela possui.

Rentabilidade = Resultado Líquido / Ativo


Precisa de ajuda para planejar os indicadores de sua empresa?

Nós da SMR temos profissionais experientes nessa área, prontinhos para te ajudar.
Fale conosco! Clique aqui para falar com um de nossos executivos.

Baixe nossos materiais de apoio: www.smrfund.com/materiais-exclusivos



Compartilhe

Sua empresa está buscando uma solução completa?


Através de um modelo de gestão in loco, contamos com uma equipe qualificada e multidisciplinar de executivos para diagnosticar, planejar e implantar as ações necessárias. Vamos conversar?

Sucesso! Sua mensagem foi enviada.
Erro! Houve um erro ao enviar a sua mensagem.

Faça um diagnóstico

Sucesso! Sua mensagem foi enviada.
Erro! Houve um erro ao enviar a sua mensagem.