O que é e como funciona o planejamento orçamentário?

O que é e como funciona o planejamento orçamentário?

O planejamento orçamentário é uma ferramenta de gestão muito poderosa. Ele é obrigatório para todas as empresas que visam se expandir, de forma consistente e otimizada.

Podemos dizer que o ponto central do planejamento são os dados de sua empresa. Ou seja, quanto mais informações sobre seu negócio (e mais precisão), melhor será o seu planejamento.

Quer conhecer um pouco mais sobre este tema? Aproveite para ler este conteúdo até o final!


O que é planejamento orçamentário?

O planejamento orçamentário é uma forma que as empresas têm de planejar o futuro da organização. Dessa forma, estamos falando de uma ferramenta completa, que requer diversas informações do negócio para funcionar.

Especialistas do ramo de gestão gostam de falar que o planejamento orçamentário faz o trabalho inverso ao da contabilidade.

Ou seja, ao invés de contabilizar os gastos passados, estamos interessados nos gastos futuros - assim como nas prováveis operações que ocorrerão.

Entenda qual é o objetivo dessa ferramenta na próxima seção.


Qual é o objetivo do planejamento orçamentário?

O planejamento orçamentário busca antever e contabilizar os gastos e receitas futuras. Portanto, seu objetivo é ajudar na formulação de estratégias e ações, visando maximizar os resultados da empresa.

Então, essa ferramenta de gestão permite que a empresa esteja preparada para as oscilações do mercado, evitando perdas em épocas ruins e aumentando retornos quando surgirem oportunidades.

Para que funcione corretamente, é fundamental se embasar em números e dados do seu negócio, evitando os “achismos”. Portanto, quanto mais dados precisos sobre sua empresa, melhor será o planejamento.

O planejamento se adequa à realidade de cada empresa. Todavia, existem alguns elementos em comum a todas as variantes, os quais vamos explorar na próxima seção.


Quais são os elementos desse planejamento?

Como foi discutido nas seções anteriores, o planejamento orçamentário é uma ferramenta que leva em conta vários fatores. No caso, os mais comuns são os seguintes:

  • Planejamento de vendas 
  • Custos de Produção 
  • Gastos com Pessoal 
  • Despesas operacionais 
  • Orçamento de Investimentos

Vale lembrar que estamos interessados nos gastos futuros da empresa, mas o histórico da mesma também tem um papel importante na hora de coletar informações relevantes.

Vamos aos detalhes de cada elemento do planejamento.

Planejamento de vendas

Sem dúvida, o planejamento de vendas é um dos elementos mais críticos de nossa lista. Isso porque é por meio das vendas que as receitas entram no caixa da empresa, dinheiro este que será aplicado em seu crescimento.

O planejamento de vendas consiste em uma área de interesse por si só. Ou seja, ele possui diversas ramificações, todas relacionadas à metas de vendas, estratégias e assim por diante.

No que tange ao orçamento, queremos estimativas do faturamento para um dado período no futuro. É como se esse dinheiro fosse o “combustível” das demais estratégias da empresa.

Custos de Produção

Os custos de produção abarcam os gastos para produzir (ou ter disponíveis) produtos para venda. Da mesma forma, também pode ser relacionado ao custo para prestar serviços, em algumas ocasiões.

No geral, ele é aplicado para fabricantes, dado que sua fórmula é a seguinte: CP = MP + MOD + CIF. A sigla MP é o gasto com matéria prima, MOD significa mão de obra direta e CIF é o custo indireto do processo de fabricação.

Gastos com Pessoal

Os gastos com pessoal estão associados aos recursos humanos dentro da empresa. Dessa forma, devemos contabilizar contratação, capacitação de mão de obra e demais recursos que possam ser utilizados.

Quando planejamos uma expansão, por exemplo, é comum haver necessidade de contratar mais mão de obra. Porém, algumas empresas também precisam capacitar seus funcionários, ainda mais quando novas tecnologias chegam ao negócio.

Despesas operacionais

Em resumo, as despesas operacionais são os custos de uma empresa, salvo a quantia empregada para a produção de bens.

Portanto, é aqui que o marketing, aluguel e demais custos entram na conta. Ou seja, são ações que visam manter a empresa funcionando, principalmente no que tange à seu objetivo principal de atuação.

Orçamento de Investimentos

O planejamento orçamentário precisa levar em conta os gastos com investimentos. Afinal, se sua empresa pretende crescer, ela precisa gastar além do habitual, dado que novas aquisições e contratações são necessárias.

Os investimentos têm um papel essencial nas estratégias do negócio, e existem diversas opções de investimentos. Um gasto extra com marketing, por exemplo, pode ser o que faltava para conseguir bater a meta de vendas da empresa.

Como fazer um planejamento preciso?

Para fazer um planejamento preciso, você precisa de dados precisos, naturalmente. Porém, fora este recurso, há outros que você precisa tomar cuidado, sendo eles os seguintes: 

  • Atente-se aos recursos humanos. 
  • Analise os indicadores financeiros da empresa. 
  • Situe sua empresa de acordo com a maturidade dela.

Vamos aos comentários.

Atente-se aos recursos humanos

Sem dúvida, os recursos humanos precisam de atenção, ainda mais quando há necessidade de capacitação.

Você deve conhecer as opções que sua empresa possui, assim como quais são as necessidades do seu negócio. Lembre-se, ainda, que não se pode descartar novas contratações, dado que isso faz parte do crescimento da empresa.

Além disso, procure manter os melhores colaboradores na empresa através de estratégias de retenção.

Não se esqueça de fazer todas as contas!

Analise os indicadores financeiros da empresa

Jamais deixe de analisar os indicadores financeiros de sua empresa.

De fato, o fluxo de caixa é um dos mais importantes na hora do planejamento orçamentário. Porém, ele não é o único: estudar sua margem de contribuição, índice de liquidez e regime de competência também é importante.

Esses indicadores apontam para o retorno de cada ação de sua empresa, sendo informações de vital importância.

Situe sua empresa de acordo com a maturidade dela

Por fim, você precisa saber onde está para determinar onde quer chegar. O primeiro passo para isso é analisar a maturidade de sua empresa. Existem, em suma, quatro estágios:

  • Startups.
  • Empresa emergente.
  • Empresa em expansão.
  • Negócio maduro.

Note que o planejamento orçamentário é uma ferramenta muito útil para qualquer negócio. Quando bem elaborado, traz ótimos resultados para a empresa.

Use-o em seu negócio para maximizar seus retornos!

Ainda tem dúvidas sobre como funciona o Planejamento Orçamentário. Preparamos um material exclusivo para você! 

Quer saber tudo sobre Planejamento Orçamentário? Baixe nosso e-book gratuito: Clique aqui.

Fale com um de nossos executivos! 
iniciar contato

Compartilhe

Sua empresa está buscando uma solução completa?


Através de um modelo de gestão in loco, contamos com uma equipe qualificada e multidisciplinar de executivos para diagnosticar, planejar e implantar as ações necessárias. Vamos conversar?

Sucesso! Sua mensagem foi enviada.
Erro! Houve um erro ao enviar a sua mensagem.

Faça um diagnóstico

Sucesso! Sua mensagem foi enviada.
Erro! Houve um erro ao enviar a sua mensagem.